Browsing Category

Comida de freela

Barateza, Comida brasileira, Comida de freela, Cozinha Natural

Ideias criativas e deliciosas para as sopas e cremes vegetarianos

28 de junho de 2017

Sopas e cremes são alimentos fáceis e baratos de fazer, “sustentam” e não exigem muita habilidade na cozinha. Claro, que existem receitas super elaboradas de sopas como a Bouillabaisse (sopa à base de caldo de peixe com frutos do mar e ervas diversas) ou o Capeletti in Brodo (caldo de frango, legumes ou carne com massa caseira tipo capeletti), para citar algumas, mas no geral, a gente se vira com o que tem em casa, não é?

E não é porque não temos ingredientes caríssimos, que vamos deixar de tomar uma sopinha saborosa e porque não, diferente. Aqui em Curitiba é muito frio e por incrível que pareça, as opções de boas sopas a preços acessíveis são bastante limitadas. Então, nada melhor do que criar as suas próprias combinações.

Hoje vou compartilhar algumas dicas pra você fugir do óbvio nas receitas de sopas e cremes vegetarianos. Se você não é vegetariano, coloque aí a proteína de sua preferência, mas a intenção é mostrar que mesmo sem carne dá pra ser feliz e comer bem. Bora lá:

 

#1- Para sopas de abóbora mais cremosas, asse a abóbora e não cozinhe: Prefira assar a abóbora ao invés de cozinhar. Isso vai garantir um creme mais encorpado e sem a necessidade de colocar leite, creme de leite ou engrossar com amido de milho. Basta cortar a abóbora, acrescentar azeite, ervas e alho e assar por uns 20 minutos. Depois é só bater com caldo ou água. 

Abóboras assadas ficam mais sequinhas e podem ser usadas em cremes e até mesmo em massas, como nhoque.

#2- Faça caldos com as cascas- Lá no Instagram eu dei a dica: não joga fora as cascas dos vegetais que você usa. Vai armazenando no freezer e depois cozinha com ervas, pimenta em grão e especiarias, que você tem aí. Isso vai enriquecer o sabor dos cremes e das sopas.

Caldos podem ser feitos com cascas e folhas de vegetais

#3- Utilize pão, sementes de girassol, nozes, castanhas, pedacinhos das verduras e cereais para finalizar cremes e sopas- Quando você capricha na apresentação e acrescenta ingredientes para dar textura e consistência às sopas e cremes, o negócio muda de figura. Abaixo eu posto a foto de um Creme de Grão de Bico em que coloquei tahine, pão folha e os grãos de bico inteiros para finalizar. Além do sabor ficar especial, dá mais saciedade.

Este creme ficou especial: além do creme de grão de bico, acrescentei berinjelas em cubos e grãos de bico salteados em azeite com ervas.

#4- Asse couve flor, alho, tomate, pimentões- A gente aprendeu sempre a cozinhar os alimentos para fazer sopas, mas tá aí umas dicas que vão deixar as suas sopas com outro sabor. Asse o alho por uns 15 minutos e bata no liquidificador com batata doce ou mandioquinha, por exemplo. Para a couve-flor, faça o mesmo e acrescente temperos e especiarias. Depois bata com leite de coco e pronto.

Você pode assar a couve flor com alho, cebola e acrescentar pimenta, páprica, curry e o que mais você tiver em casa.

Pra ver mais dicas criativas e baratas para você comer e cozinhar melhor,  visita a gente lá no Instagram.

 

 

 

Barateza, Comida brasileira, Comida de freela, Cozinhar é resistir

Quais são os valores que movem o TemperoMental

1 de fevereiro de 2016

O Tempero Mental surgiu há uns 8 anos atrás, muito antes do Instagram dar o ar de sua graça. A gente tirava as fotos dos nossos pratos com os ingredientes que tínhamos na geladeira, com uma câmera digital, que hoje é praticamente dada de graça por aí. Naquele tempo, eu ainda estava fazendo jornalismo e só depois, fui inventar de fazer Gastronomia, parcelar um celular melhor e por aí vai. De lá pra cá, mudamos e tentamos entender a dinâmica que move o mundo da cozinha e da comida.

De uma coisa temos certeza: tem espaço pra todo mundo. Mas, nós, gostamos de falar de algumas coisas mais do que outras. Por isso, você sempre vai encontrar por aqui:

  • Comida brasileira
  • Comida Vegetariana
  • Comida Vegana
  • Experiências coletivas
  • História da alimentação
  • Amizade e alegria por meio da cozinha (e da comida, claro)
  • Agricultura familiar
  • Colaboração
  • Orgânicos
  • Produção local
  • Troca de conhecimento
  • Baratezas
  • Receitas Adaptadas
  • Aproveitamento integral dos alimentos
  • PANC
  • Técnicas de cozinha para tod@s
  • Muita cozinha
  • Valorização do alimento bom e seguro pra todo mundo.
  • Muita cozinha, de novo.

O que você não vai encontrar:

  • Dicas de restaurantes “bons x  ruins”
  • O que você deve comer ou não
  • Quais alimentos são “bons” ou “maus”.
  • Críticas a restaurantes, bares, etc.
  • Dicas pra você emagrecer
  • Notícias gourmet
  • Nutricionismo
  • Agropecuária
  • Dicas detox
  • Dicas para você ter  mais músculos

A gente tem como meta compartilhar conhecimento e trocar experiências sobre a cozinha em sua formas e expressões mais simples, sempre dialogando com as maneiras alternativas de se relacionar com o alimento. Além disso, buscamos valorizar, sobretudo, as pessoas que trabalham pra levar a comida pra você, a produção local e a cultura da comida e da cozinha artesanal.